Pa-la-dar

Por Beba Local      11/09/2017 10:00:16    

O paladar é nada, mais, nada menos, do que uma combinação das percepções do nariz e da boca.
 cérebro junta as informações recebidas pelo nariz e pela boca e interpreta como “paladar”.



 
Conforme a região da língua, nós conseguimos perceber cinco sabores diferentes: salgado, doce, amargo, ácido e umami. Umami, em japonês, é o sabor correspondente à sensação gustativa provocada pelo glutamato ou ácido glutâmico. É tratado na gastronomia como o “quinto sabor”.
 
O nariz, por sua vez, detecta os odores naturais e substâncias químicas voláteis liberadas pela bebida, quando em contato com a boca.
 
O resultado pode ser uma sensação confusa, às vezes difícil de explicar ou verbalizar, denunciada pela grande variedade de termos usados para descrevê-la:
agradável, desagradável, rico, leve, crocante, tímido, complexo, robusto, encorpado, entre outros.
 
 O amargor
 
A personalidade da cerveja é muito influenciada pelo amargor. Isso não é novidade para ninguém, né? Mas quem é o responsável por esse fator?
Qual a cerveja mais amarga do mundo? Existe alguma tabela de medição de amargor? Como tudo isso funciona?  Vamos por partes.
 
Aquele gostinho amargo que muito cervejeiro gosta é causado por um grupo de componentes chamados de isso-alfa-ácidos, provenientes do lúpulo.
Sim, o lúpulo, querido parente da maconha, é o responsável pelo amargor das cervejas. Aposto que você já sabia dessa, hein.


 
Tá aí uma curiosidade. Uma galera da Califórnia fabrica uma cerveja com 100IBU, chamada de Alimony Ale, considerada a cerveja mais amarga do mundo.
Ficou curioso? É só chegar no Buffalo Bill’s, em Hayward.


 
International Bitterness Units (IBU) é uma unidade de medida usada internacionalmente para classificar a amargura da cerveja.
Ela serve como um guia geral para intensidade do amargor, um dado que deve ser considerado junto com o grau de intensidade do malte ou corpo da cerveja.
Quanto mais intenso for o sabor maltado, maior será a quantidade de lúpulo necessária para balancear seu “adocicado”.
 



Cervejas com menos sabor podem apresentar de 10 a 15IBU. Com aproximadamente 35IBU, um agradável realce de lúpulo pode ser notado.
Acima de 40IBU, a cerveja apresenta caráter forte de lúpulo. Até mesmo os produtos com maior teor de lúpulo ultrapassam 60IBU.
Muitos consumidores de cerveja são verdadeiros apaixonados por cervejas mais lupuladas, são os famosos “lupulomaníacos”.
 
Você se considera um lupulomaníaco? Ou curte mais aquela cerveja docinha? Conta pra gente!


 

Comente

2016 Copy - Beba Local - Todos os Direitos Reservados

Plataforma para clubes: Plataforma para Clube de Assinaturas